quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Pesquisa Cientifica sobre TDAH

Muitos pais, professores, coordenadores e donos de escolas não acreditam que o  TDAH  seja um transtorno que muitas vezes leva a criança ter algumas ãtitudes feitas pela impulsividade. Muitas crianças são tratadas como mal educadas, no entanto, a medicina já tem pesquisas cientificas a respeito do TDAH.

Conforme dados da Associação Médica Americana, o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é "um dos transtornos mais bem pesquisados da medicina e a totalidade dos dados sobre sua validade são muito mais convincentes do que os da maior parte dos transtornos mentais e inclusive de muitos problemas médicos".

Leia  a Pesquisa Cientifica sobre TDAH

4 comentários:

Rossana Silva disse...

Oi, Alexandre. Sou jornalista e cheguei ao seu blog fazendo uma pesquisa sobre o assunto. Achei interessante que criaste um blog que ajuda outros pais que lidam com o tratamento de seus filhos. Gostaria de conversar contigo sobre isso, podes entrar em contato? (Não achei teu e-mail para escrever) Meu e-mail é rossana.silva@zerohora.com.br
Obrigada e um abraço,
Rossana.

Mariana disse...

Se essa criança assiste a uma boa escola, ele deve ser diagnosticado por um profissional.
Eu não sou psicologa, mas uma vez uma das minhas pacientes do meu consultório de dermatologia no centro veio com o seu filho e eu falei com ela para que o leve a um doutor especialista, porque reparei que ele tinha um problema de conduta.

Anônimo disse...


Rosana, que bom que voce se interessou. Para quem não conhece o TDAH, pais e familiares somos taxados de não por limites.
Precisamos de Lei de Proteção aos direitos do portadoe de TDAH.
Suely Tenorio.
sulatno@hotmai.com

Leandro Capitanio disse...

Olá, também sou jornalista e estou produzindo uma matéria sobre TDAH para o programa Edição Saúde da Mega TV.

Neste programa temos o intuito de prestar um serviço à população no sentido de ajudar quem não conhece sobre o assunto a procurar os profissionais indicados quando os primeiros sintomas aparecerem.

Para esta matéria estamos a procura de uma família, que tenha uma criança em fase escolar (de até 10 anos no máximo), e que aceite nos dar um depoimento de como vem conduzindo a questão junto da criança, quais as dificuldades, quais tratamentos vem fazendo, etc.

De preferência, que seja do estado de SP.

Por favor, entrem em contato comigo.

Alexandre, te mandei um e-mail e uma mensagem pelo facebook, mas não obtive resposta. Se possível, dê uma olhada.

Meu e-mail:
leandro.capitanio@megatv.com.br

Obrigado,
abraços!

Leandro Capitanio
Produtor Programa Edição Saúde
Mega TV